Blog

Rumo à formatura!

O professor paraninfo da turma 301, Fernando Kaiel, parabeniza os alunos formandos que já estão aprovados e deseja aos demais sucesso nas provas de recuperação. Tenham foco e determinação, acreditem sempre, diz ele aos seus afilhados: “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, fazendo votos para que todos tenham êxito e sucesso nesta reta final. Termina seu texto com um abraço fraterno a todos os formandos/2019.

Aulas de arco e flecha são oferecidas para comunidade

Aulas são oferecidas para a comunidade! Venha aprender!

Quando? Terças e Quartas das 18:00 às 20:00

Onde? Ginásio Poliesportivo da Escola Técnica Santo Inácio

Investimento? R$ 100,00 com direito à duas horas de treino por semana, com arcos, flechas, proteções e alvos, tudo incluso!

Saiba mais sobre esse Projeto

Thrive Through the Bow é um programa de treinos em Tiro com Arco ativo desde 2016. Possui uma progressão divertida através dos níveis de batedor(a), caçador(a), explorador(a) e guardião(ã). Seus arqueiros e arqueiras venceram todas as oito competições de arco tradicional que participaram no RS. O Instrutor é formado pela Archery Great Britain e atua há seis anos em treinos, oficinas, estandes, fabricação de equipamento, feiras medievais e apresentações. Priorizamos segurança, ética esportiva, mas com um desenvolvimento divertido e eficiente!

III Sarau Literário

UM SUCESSO: III Sarau Literário

III Sarau Literário – Clarice Lispector

O III SARAU LITERÁRIO, organizado pelo corpo docente da Escola Técnica Santo Inácio sob a coordenação do professor de Português e Literatura Luis Fernando Caiel, e que foi apresentado pelos nossos alunos.

“A arte é algo que está em vida, ou seja, algo que irradia uma vibração, uma presença. É o corpo que age, que inspira, que vibra, que chora, que ri, o instrumento do artista”; sendo assim, as amizades construídas na escola serão para a vida toda, como diz as palavras de nossa homenageada, a escritora Clarice Lispector: “Um amigo me chamou para cuidar da dor dele, guardei a minha no bolso. E fui”.

Sobre a Autora Homenageada

Clarice Lispector (1925-1977) foi uma escritora e jornalista brasileira, de origem judia, que com seu romance inovador e com sua linguagem altamente poética, põe em cheque os modelos narrativos tradicionais. “A Hora da Estrela” foi seu último romance, publicado em vida.

Sua obra está repleta de cenas cotidianas simples e tramas psicológicas, reputando-se como uma de suas principais características a epifania de personagens comuns em momentos do cotidiano. Quanto à sua brasilidade, declarava ser pernambucana.

Estudou direito na Universidade Federal do Rio de Janeiro, apesar de, na época, ter demonstrado mais interesse pelo meio literário, no qual ingressou precocemente como tradutora, logo se consagrando como escritora, jornalista, contista e ensaísta, tornando-se uma das figuras mais influentes da nossa literatura e do modernismo, e sendo considerada uma das principais influências da nova geração de escritores brasileiros. É incluída pela crítica especializada entre os principais autores brasileiros do século XX.

Galeria de Fotos – III Sarau Literário

[Not a valid template]
Alunos do Curso Técnico em Eletrônica apresentaram o seu trabalho para banca avaliadora.

Alunos do Curso Técnico em Eletrônica apresentaram TCC

Alunos do Curso Técnico em Eletrônica apresentaram o seu trabalho para banca avaliadora.

Na última sexta-feira os alunos do Curso Técnico em Eletrônica apresentaram o trabalho de conclusão de curso – Estacionamento Inteligente.

Sobre o trabalho

O trabalho apresenta um sistema automatizado de um estacionamento. O objetivo desse protótipo é propor praticidade para um determinado estabelecimento e para as pessoas que o utilizam. O estacionamento automatizado contém um conjunto de componentes para seu funcionamento. Desde os sensores nas vagas que detectam os carros, quanto os sensores nas cancelas de saída e entrada do estacionamento, e os LEDs nas vagas para indicar se está livre ou ocupada. Também acompanha o LCD que através dele, é exibido a quantidade presente de vagas desocupadas. O desenvolvimento deste TCC foi concluído por meio de um microcontrolador para realizar a leitura dos sensores das vagas e das cancelas, além de apresentar as informações relevantes no display do dispositivo.

[Not a valid template]
A Igreja do Diabo – Machado de Assis

A Igreja do Diabo – Machado de Assis

A Igreja do Diabo – Machado de Assis

O conto de Machado de Assis, adaptado pelo professor de literatura Fernando Kaiel, será encenado pelos alunos do II Ano, e está na programação do III Sarau Literário da Escola Técnica Santo Inácio.

Por meio do conto “A igreja do diabo”, publicado originalmente no livro Histórias Sem Data, em 1884, Machado de Assis escancarou, sem pedir permissão, sem usar de delicadezas hipócritas, o íntimo do ser humano. Fez com que seus leitores se enxergassem em seus escritos.

Vale destacar a atuação dos alunos Igor Fernandes (Diabo) e Rafhael Padilha (Deus) nesta luta entre o bem e o mal. O elenco ainda conta com a participação dos alunos Tiago Pickrodt, Kerllen Mallmann, Yuri Monks e Vittor dos Santos – ajudantes de Deus -, Vitor Leão, Melissa Barreto, Cleisiane Marques e Miguel Ayres – ajudantes do Diabo. Como coadjuvante no elenco, o aluno Miguel Ayres rouba a cena com sua atuação.

Nesse conto de poucas páginas, encaramos a ideia e ação do diabo de fundar sua própria igreja. Assim como na crença geral, cansado de sua inferioridade diante de Deus, ele decide criar sua doutrina e fundamentá-la em uma igreja.

Quando a nova igreja se espalha por todo o globo e é traduzida para toda língua, o diabo se surpreende ao ver que a única coisa que era proibida a seus servos, está sendo praticada até mesmo por seus mais fiéis seguidores – a bondade.

O diabo vai ter então com Deus, que o trata com o mesmo desinteresse e paciência, questionando o que ele quer que o faça. Visto que o homem é assim, uma eterna contradição.

Dramatização do poema de Carlos Drummond de Andrade

Dramatização do poema de Carlos Drummond de Andrade

Dramatização do poema de Carlos Drummond de Andrade

O poema de Carlos Drummond de Andrade intitulado “Eu, Etiqueta” aborda nossa realidade consumista e a forma como certas pessoas acabam perdendo sua personalidade para se tornarem algo que a sociedade, o capitalismo e o consumismo impõem.

Fundamentado neste poema, os alunos do primeiro ano apresentarão, no III Sarau Literário, uma dramatização feita em conjunto com o professor de literatura, cuja intenção é desmistificar a reprodução de produtos vinculados pela mídia e a publicidade na cultura pós-moderna, onde as marcas são consumidas como símbolos de status e para demarcar relações sociais.

Os alunos perceberam no verso “É doce estar na moda, ainda que a moda seja negar minha identidade” a evidência de como o consumidor se relaciona com o produto e a mensagem de que somos verdadeiras vitrines para atender a sociedade de consumo.

A encenação destaca o aluno Thiago Baumgardt ostentando, como que em uma vitrine, objetos estáticos que se relacionam com o poema.

A cada verso declamado, peças são arrancadas e jogadas fora, simbolizando o desprendimento de tudo aquilo que os promovem a ser tarifados.

Semana do Meio Ambiente

Semana do Meio Ambiente

Semana do Meio Ambiente – Registros do 25° Aniversário da Feira Ecológica do Menino Deus

A tradicional Feira Ecológica do Menino Deus, em Porto Alegre, completou 25 anos na última quarta-feira (05/06), composta por agricultores que preservam o meio ambiente e trazem alimentos saudáveis e diversos produtos para toda a Porto Alegre.

Foi uma atividade com centenas de participantes, música ao vivo, apresentações teatrais e com direito a um bolo maravilhoso para todos desfrutarem!

Os alunos do Ensino Médio da Escola Técnica Santo Inácio, realizaram na disciplina de Biologia um trabalho de entrevistas com os agricultores sobre suas práticas: como mantêm os ciclos de nutrientes nas propriedades rurais? Quais as melhores variedades para o plantio agroecológico? Quais as espécies usadas para o plantio e de onde são originárias?

Estas perguntas só são possíveis de serem respondidas em um local onde agricultor e consumidores estão em contato próximo, onde há relações cordiais e humanas.

A Feira Ecológica não é apenas um local de compra, de consumo, ela se revelou um local de encantamento através de músicas e teatros que representam a forte história e os símbolos dos agricultores. Também é local de inspiração profissional, já que é o encontro de diversas instituições, universidades e seus projetos. Como das alunas de Engenharia de Alimentos da PUC-RS, SESI, entre outras.

O evento contou com a presença do vereador Marcelo Sgarbossa, do Deputado Estadual Edegar Pretto, da Secretária do Trabalho do RS Regina Becker e do Secretário da Agricultura Covatti Filho. Todos presentes na renovação do contrato da feira.

Houve material de sobra para discussões em todas as disciplinas: da Matemática e da Física às ciências Sociais. E com certeza teve muita diversão com caldo de cana, quitutes e bolo de cacau. Tudo agroecológico!

Conheça a Feira Ecológica: https://www.facebook.com/feirameninodeus/

 

Alunos participam da aula de iniciação ao Hóquei

No dia 31 de maio, os alunos da Escola Técnica Santo Inácio participaram de uma aula de iniciação ao Hóquei na ESEFID (Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança) da UFRGS, localizada no bairro Jardim Botânico.

A aula foi uma parceria da escola com a universidade onde nossos alunos conheceram e praticaram a modalidade ministrada pelos graduandos de educação física, estudantes desta disciplina. 

Conheça mais sobre o hóquei indoor

O hóquei de sala foi criado na Alemanha nos anos 1950, se espalhando rapidamente pelos outros países europeus. Por sorte, a Bélgica se tornou um dos países que adotaram a variante do hóquei de campo, e em 1966 Rene Frank, nascido na Bélgica, se tornaria mais tarde presidente da Federação Internacional de Hóquei (FIH), persuadido pela Associação Alemã de Hóquei para oferecer a responsabilidade acima das regras de hóquei de sala para a FIH. Esta levou a FIH a reconhecer o hóquei de sala na constituição de 1968.

[Not a valid template]

III Sarau Literário – Clarice Lispector

A Escola Técnica Santo Inácio promoverá no dia 13 de Julho de 2019, às 8h30min, o III Sarau Literário. Este ano faremos uma homenagem à escritora Clarice Lispector, recriando, através das apresentações, o universo da prosa intimista da literata. O evento, em sua 3ª Edição, busca, por intermédio das artes, englobando literatura, canto, dança, poesia, teatro e demais atividades de nossos alunos, trazer conhecimento, cultura e entretenimento a toda comunidade escolar.

A Literatura é a arte que usa a palavra como matéria-prima e, segundo o professor Fernando Kaiel, coordenador do evento, quando a Literatura é definida como manifestação artística, a melhor forma de sintetizá-la seria citando Aristóteles, filósofo grego, que descreveu: “Arte literária é mimese (imitação); ou seja, é a arte que imita pela palavra”.

Banner III Sarau Literário - Clarice Lispector
Banner III Sarau Literário – Clarice Lispector

Saiba mais como foi a edição de 2018 do Sarau.

III SARAU LITERÁRIO – A HORA DA ESTRELA

III SARAU LITERÁRIO – A Hora da Estrela

O III SARAU LITERÁRIO da Escola Técnica Santo Inácio já está ganhando forma, pois toda semana os alunos ensaiam seus textos que serão apresentados no Sarau. Este ano o autor homenageado será a escritora Clarice Lispector, cuja obra “A Hora da Estrela” faz parte das encenações teatrais. Segundo Fernando Pessoa, “A literatura, como toda a arte, é uma confissão de que a vida não basta”; portanto, o ator busca tornar real essa arte com a ajuda da fantasia, dando vida aos personagens quando as cortinas se abrem.

Adaptado pelo professor de literatura Fernando Caiel – idealizador do projeto e que também coordena o evento -, a peça será apresentada por um grupo de alunos do terceiro ano e gira em torno da personagem Macabéa – excelente interpretação da aluna Amanda Vieira, – que é uma alagoana pobre de 19 anos que possui um corpo franzino e só come cachorro quente. Além disso, ela é feia, virgem, tímida, solitária, ignorante, alienada e de poucas palavras.

Quando vai morar no Rio de Janeiro, consegue um emprego de datilógrafa na cidade.

Um de seus maiores prazeres nas horas vagas é ouvir seu rádio relógio, emprestado de uma das moças do quarto em que dividem.

Mesmo destituída de beleza, Macabéa (ou Maca, seu apelido) consegue encontrar um namorado – personagem que o aluno Luan Ulrich incorpora com maestria -, o nordestino ambicioso e metalúrgico Olímpico de Jesus Moreira Chaves. O namoro termina quando Glória – personagem vivido pela aluna Giulia Dias -, ao contrário de Macabéa, bonita e esperta, rouba seu namorado.

Quando vai à Cartomante – papel cômico e divertido na interpretação da aluna Nathy Avila -, uma impostora chamada Madame Carlota, Macabéa descobre por meia das cartas sua “sorte”. A obra possui uma grande ironia em seu término, visto que só no momento da morte é que Macabéa obtém a grandeza do ser.

“A Hora da Estrela” é o último romance da escritora brasileira Clarice Lispector, publicado em 1977.  É classificado como um romance intimista, também conhecido como romance psicológico, estilo em que a autora se destaca. Afinal, a obra de Clarice é marcada por suas emoções e sentimentos pessoais.

Dirigido por Suzana Amaral, esta obra foi transformada em longa metragem no ano de 1985.